veredas_cabeceira

ISSN 0874-5102

Criterio de procura:



Número 3

O número da revista Veredas que agora se publica contempla, nos seus dois tomos, alguma das mais significativas participações no VI Congresso Internacional de Lusitanistas.
Culminando uma dinâmica de crescimento que importa registar, o VI Crongresso foi um momento privilegiado do encontro dos lusitanistas de todo o mundo. No Brasul, grande país onde a Língua Portuguesa constantemente se renova e afirma como fecundo e singular idioma de cultura, em Agosto de 1999, o VI Congresso permitiu evidenciar o potencial agregador da Associação Internacional de Lusitanistas, graças também ao culto de uma diversidade -de disciplinas, de temas e de orientações metodológicas -que constitui, só por si, um importante capital de investimento científico e cultural. Professores, investigadores e escritores de diferentes nacionalidades, gerações e formações, fizeram do VI Congresso um momento de reflexão conjunta, plural e aberta, como devem ser os congressos científicos; a congraçar todas as participações, a consciência comum de que a Língua Portuguesa é, ao mesmo tempo, veículo de estudo e tema de infagação, nos diferentes países e universidades em que as culturas e as literaturas de expressão portuguesa são pólo de agregação de estudiosos e de unidades de investigação e de docência.
Os dois tomos do número 3 de Veredas traduzem muito do que acima fica dito. E oq ue neles se encontra -a par do que será ainda publicado, em edição electrónica- ficou dever-se à capacidade motivadora e organizativa da equipa que deu corpo ao VI Congresso, sob a liderança de Cleonice Berardinelli, a quem, com justiça e propriedade, alguém chamou u dia "aula magna da literatura portuguesa".
Publicar os textos que se seguem, nestes dois tomos, é também uma forma de homenagear a comissão organizadora do VI Congresso.
Este é o primeiro número de Veredas da responsabilidade da direcção eleita no congresso do Rio de Janeiro. E neste número, o que com Veredas se pretende é justamente dar a continuidade merecida ao trabalho dos anteriores corpos directivos, na certeza de que assim se consolida a Associação Internacional de Lusitanistas e se reforça a razão de ser da sua existência.
Tal como aconteceu com os dois números anteriores, também este é publicado graças á generosidade da Fundação Eng. António de Almeida. Por isso mesmo, deve aqui ser prestada, na pessoa do Doutor Fernando Aguiar-Branco, a justa homenagem de gratidão que as circunstâncias justificam.

Conteúdos:

Tomo I

CARLOS REIS
Apresentação

E. M. DE MELO E CASTRO
NU no NU

VIRGÍLIO DE LEMOS
POESIA hoje

ÂNGELA VAZ LEÃO
Questões de linguagem nas Cantigas de Santa Maria, de Afonso X

DAVID BROOKSHAW
Entre o real e o imaginado: o Oriente na narrativa colonial portuguesa

FRANCISCO FERREIRA DE LIMA
Paraíso e Inferno na Bahia de Gabriel Soares de Sousa

H. DAVID JACKSON
Ruínas de Império: a cidade-fortaleza de Chaul

LÉLIA PARREIRA DUARTE
Os Lusíadas, de Camões, e a Peregrinação de Fernão Mendes Pinto: diferentes perspectivas das portuguesas viagens?

JOÃO ADOLFO HANSEN
Ler & Ver: Presuupostos da representação colonial

MARIA HELENA D. T. C. UREÑA PRIETO
Astrolatria e astrologia em Portugal nos séculos XVII e XVIII

MARIA JOSEFA POSTIGO
Os provérbios de Don Quijote de la Mancha nas Traduções em Português

XOSÉ MANUEL DASILVA
Anticastelhanismo e Sebastianismo as traducões espanholas do Frei Luís de Sousa

ANNE-MARIE PASCAL
A abolição da escravatura e o teatro português (XVIII-XIX) - A polémica, o exemplo, e a utopia

CONSTÂNCIA LIMA DUARTE
O olhar de uma viajante brasileira: Nísia Floresta

BERTHOLD ZILLY
A reinvenção do Brasil a partir dos sertões: viagem e literatura em Euclides da Cunha

LUCETTE PETIT
Machado de Assis à "Roda da Vida": Das Memórias Póstumas ao Memorial de Aires

CARLOS ALBERTO PASERO
Reflexos no Oriente: aristocracia e industrialização n'A Relíquia de Eça de Queirós

PAULO MOTTA OLIVEIRA
Fradique Mendes: Eça, a heteronímia e o vencidismo

REGINA ZILBERMAN
De Memórias póstumas de Brás Cubas a Grande Sertão: Veredas - O demônio em viagem

LEYLA PERRONE-MOISÉS
Cesário Verde: um "astro sem atmosfera"?

ANNA KLOBUCKA
Fernando Pessoa, o poeta moroso? Fragmentos de um discurso

MARIA IRENE RAMALHO DE SOUSA SANTOS
Interrupção poética: um conceito pessoano para a lírica moderna

MÓNICA ELENA SERRA HÜGLI
Escritas de leituras na poética de Drummond

ANA PAULA FERREIRA
O conto da mulher nos anos quarenta

ANA SOFIA GANHO
Luiza Neto Jorge: Ekphrasis e Iconotexto

CLÁUDIA PAZOS ALONSO
Do centro e da periferia: uma re-leitura de Laços de Família

RUTH SILVIANO BRANDÃO
A nau catrineta: velhas receitas, novos sabores

ISABEL PIRES DE LIMA
Concertos/Desconsertos: arte poética e busca do sujeito na poesia de Ana Luísa Amaral

LÚCIA CASTELLO BRANCO
Por graça da textualidade

ANA PAULA ARNAUT
O Delfim: silêncios inquietos

ADRIANA ALVES DE PAULA MARTINS
Todos os Nomes ou uma viagem pelos labirintos da cidade na busca do nome que cada um tem

 

Tomo II

LUCIANA STEGAGNO PICCHIO
O futuro do passado: O Ano de 1993 de José Saramago

VERA LÚCIA CASA NOVA
Fragmentos de um itinerário amoroso: Saramago, Viagem a Portugal (1981)

ANNA KALEWSKA
As modalizações anti-épicas na narrativa portuguesa contemporânea: José Saramago, António Lobo Antunes e Mário Cláudio

MARIA LÚCIA DAL FARRA
De Pedro a Paula: um caso de amor de Helder Macedo

MÓNICA FIGUEIREDO
O corpo, esta casa no mundo: a propósito de Pedro e Paula de Helder Macedo

MARIA THERESA ABELHA ALVES
A peregrinação iniciática de Barnabé das Índias

MARIA LUÍZA RITZEL REMÉDIOS
Cavaleiro andante: identidade nacional e o processo de dispersão do ser português

VILMA ARÊAS
Além do princípio da superfície: O filántropo, de Rodrigo Naves

CHRISTOPHER F. LAFERL
O clichê da terra: a Bahia de Dorival Caymmi

JOSÉ MARIA PEDROSA CARDOSO
Da especificidade da música sacra portuguesa nos séculos XVI e XVII

MARIA AMPARO CARVAS MONTEIRO
Polifonia aquática

AFFONSO ROMANO DE SANT'ANNA
Lusofonia: mentiras e realidade

ANTONIO CANDIDO
Livros e pessoas de Portugal

MARIA ARMANDINA DA CRUZ MAIA
Pátria, uma trajectória de deriva

BEATRIZ RESENDE
Imagens da exclusão

BEJAMIN ABDALA JUNIOR
Terra morta e outras terras: sistemas literários nacionais e o macrossistema literário da língua portuguesa

RUSSELL G. HAMILTON
A literatura dos PALOP e a teoria pós-colonial

TANIA FRANCO CARVALHAL
De mar a mar: entre viagens nas literaturas portuguesas e brasileiras

ETTORE FINAZZI-AGRÒ
Geografias da Memória. A Literatura Brasileira entre História e Genealogia

ERMELINDA GALAMBA
Ser português na China

GEHRARD BRUNN
Comunicação intercultural entre Europa e Brasil: a contribuição de Johann Moritz von Nassau-Siegen (1637-1644)

MICAELA GHITESCU
Cultura luso-brasileira na Roménia

BENJAMIN PINTO BULL
Senghor, o Brasil e Portugal: alguns marcos culturais lusófonos

RENATO CORDEIRO GOMES
Cidade e nação na narrativa brasileira contemporânea: uma guerra de relatos

ARMANDO JORGE LOPES
Em direcção ao primeiro léxico de usos do português moçambicano

ENEIDA DO REGO MONTEIRO BOMFIN
Que tratamento dar ao Rei?

MARIA HELENA MIRA MATEUS
A Face Exposta da Língua Portuguesa

MICHEL LABAN
Reflexões sobre a elaboração de um inventário das particularidades do português de Moçambique através da literatura

TOM EARLE
O ensino do português nas universidade británicas

SOLANGE PARVAUX
O ensino da língua portuguesa no segundo grau en França

MARIA JOSÉ MOTTA VIANA E ADRIANA CASTILHO
"A coisa melhor do mundo": o tempo e o modo de um discurso

EVANILDO BECHARA
Herculano de Carvalho: In Memoriam (1924-2001)

Descarregar número 3 - Tomo I

Descarregar número 3 - Tomo II

 

 

Veredas1

Veredas2

Veredas3

Veredas4

Veredas5

Veredas6

Veredas7

Veredas8

Veredas9

Veredas10

Veredas11